segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Receita de hoje: risoto de limão siciliano acompanhado de salmão


Prato gostoso, requintado e, ao mesmo tempo, fácil! Ou seja, do jeito que eu gosto (não por ser requintado, mas fácil...e aí o requintado vem de brinde!)
Como tem muitas pessoas que não comem peixe, dá para substituir por frango empanado, por exemplo. Eu também já fiz e fica magnífico. Vou disponibilizar a receita do salmão e em seguida, conto como fiz o frango, ok?!

Esse prato cai muito bem para receber amigos ou familiares, para um almoço ou jantar. 

E como cozinha tem que combinar com amor, alegria e alto astral, estou escrevendo essa receita ao som de Tristan Prettyman. Adoro essa música! É só dar o play e correr para a cozinha! 



Para fazer o salmão, é suuuuper simples!
Vamos precisar de filés de salmão (gosto dos filés com uns 7 cm de largura), sal, limão e azeite. Se os filés estiverem congelados, não descongele em água. Deixe descongelar na geladeira, ok?!

Aí, é só temperar os filés de salmão com sal, limão e azeite, deixar uns 20 minutinhos descansando e levar ao forno por aproximadamente 30 minutos, a 200 graus. 

Agora, vamos preparar o risoto!
Vamos precisar de:
- 3 colheres de sopa de azeite
- 1/2 cebola bem picadinha
- 1 ou 2 limões sicilianos (sugiro espremer um e caso queiram o sabor mais acentuado, espremer o outro)
- 380g de arroz arbóreo 
- 1 xícara de café de vinho branco (nada de vinho doce, ok? tem que ser o seco)
- 1 tablete de caldo de galinha dissolvido em 1 litro de água quente* (manter a água aquecida durante todo o preparo da receita)
- Sal a gosto (eu, particularmente, não coloco sal por causa do tablete de caldo de galinha)

Em uma panela, coloque o azeite e a cebola. Deixe refogar um pouco e acrescente o arroz, misturando bem. Aos poucos, vá acrescentando o caldo de galinha, sempre mexendo. O segredo do risoto é não parar de mexer. Muitas pessoas dizem que não precisa mexer mas eu sinto diferença, então...recomendo exercitar os bracinhos!
Após cozinhar um pouco, coloque metade do limão espremido e o vinho. Mexe e remexe!
Lembrem-se que o risoto fica firme e não molengo, ok? Quando estiver próximo de desligar o fogo, jogue o restante do limão espremido. Está prontinho! 

* OBS: quem não quiser usar o tablete de caldo de galinha, pode preparar seu próprio caldo. Confesso que eu nunca tentei fazer o caldo que leva pedaços de frango e legumes. Mas, na última vez que fiz risoto de limão siciliano, fizemos um caldo simples com 1 litro de água, pedaços de cebola, limão espremido e sal. Isso foi suficiente para dar gostinho ao risoto sem aquele conteúdo horroroso (alto teor de sódio, glutamato monossódico, etc, etc, etc) de um tabletinho de caldo. Ficou excelente!


Agora, parte II: frango empanado

Primeiro, quero deixá-los com água na boca!


Ficou esplêndido! Magnífico! Crocante!
Lá na cidade onde eu nasci, Ituverava/SP, é bastante famosa a farinha de mandioca artesanal. Pensem em uma farinha boa, é ela. Tanto é verdade que quando fui diagnosticada, liguei para a fábrica para saber sobre o risco de contaminação cruzada. Fiquei muito contente em saber que eles só produzem essa farinha. Na realidade, me pareceu ser uma produção familiar, pois o telefone divulgado era de uma casa. 

O dia em que resolvi fazer o frango empanado foi na casa da minha avó, no Dia das Mães. Minha mãe estava na Itália (passeando e comprando coisas deliciosas sem glúten pra mim hahaha) e fomos pra lá para fazer companhia para minha avó. Levei tudo de casa e para empanar, havia levado a farinha de rosca sem glúten da marca Deusa. Chegando lá, para minha surpresa, estava com bichinhos. Nossa, que raiva!
Aí fiquei pensando como faríamos e tanto na minha casa quanto na casa da minha avó, nunca falta a tal farinha de mandioca (olhas as dificuldades nos incentivando a conhecer o lado bom da vida!). Como ela é com flocos maiores, fui amassando com a mão para formar uma farinha mesmo. Passei no ovo e na farinha. Levei ao forno de médio para alto, por aproximadamente 40 minutos. 

Vocês não estão entendendo o tanto que ficou bom! Ficou muuuuuito crocante e muito melhor do que qualquer empanado que já comi, mesmo antes do diagnóstico. A dica é temperar o frango um dia antes, ok? Assim ele pega mais o sabor do tempero. Para esse dia usei cebola, sal, alho e um pouquinho de azeite. 


Gostaram da substituição? 

Bom, é isso! Duas receitas super bacanas, não é?
Se quiserem enfeitar o prato, só cortar um pedacinho do limão siciliano, como na primeira foto, e colocar no prato. 

Bom apetite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom ter você aqui!
Seu comentário é muito importante. Deixe-o aqui e não se esqueça de voltar para visualizar a resposta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...