terça-feira, 28 de janeiro de 2014

De papo pro ar com Carla Serrano


Estou A-DO-RAN-DO dedicar tempo a essa seção do blog! Está sendo muito enriquecedor conhecer a história de tanta gente bacana envolvida com a produção de alimentos sem glúten. Tantas histórias exemplares!

Para quem não lembra, demos início ao bate papo com a Tais Guerra, da Crumble Cozinha. Quem não acompanhou, clica aqui para conferir! Inclusive, a própria Tais citou a entrevistada de hoje como fonte de inspiração, acreditam? 

A super convidada é a Carla Serrano, mais uma chef (celíaca!) que trabalha com gastronomia sem glúten e sem leite. Apesar de ainda não conhecê-la pessoalmente, a Carla me parece ser um encanto de pessoa. Fico babando nas delícias que ela posta. Quando a convidei, ela foi super receptiva e adorou a ideia de contar sua própria história aqui no blog. Com uma notícia, ela mudou a vida dela e a de muuuuitas pessoas, como a minha. 

A entrevista dela ficou super interessante porque a própria Carla disponibilizou receitinhas deliciosas. Está imperdível!

Então, confiram na íntegra esse bate papo com a Chef Carla Serrano...

Carla Serrano, chef celíaca 

♡ Qual a sua formação?
Sou formada em Gastronomia, com especialização na Arte da Confeitaria Profissional, MBA em Empreendimentos Gastronômicos, Fotografia de Alimentos e Food Styling. Atualmente estou cursando mais uma pós-graduação em Gastronomia Funcional, trabalhando com o desenvolvimento de receitas para livros e ministrando aulas de gastronomia sem glúten e sem outros alergênicos.

♡ Você é celíaca ou sensível ao glúten?
Sou celíaca! O meu diagnóstico demorou muito para acontecer. Passei a adolescência com anemia persistente, prisão de ventre e estufamento na barriga. A partir de 2003 comecei a ter dermatites e sempre diziam que era “de contato”, receitavam uma pomadinha, melhorava e voltava. No início de 2011, uma dermatologista resolveu fazer biópsia de uma lesão. Resultado: Dermatite Herpetiforme de Duhring Brocq (DH), caracterizada por bolhas. No meu caso microbolhas. Ela foi muito prestativa e já me esperava com o site da ACELBRA no ar para me mostrar uma listagem do que eu poderia ou não consumir. Mas eu sabia o impacto que este diagnóstico causaria na minha vida profissional. Conhecia bem o que era glúten e onde ele estava! Imaginem uma confeiteira impossibilitada de ingerir glúten! Saí do consultório chorando...
Fui orientada pela médica a fazer acompanhamento com um gastroenterologista para realizar outros exames e investigar melhor a Doença Celíaca (DC) - é claro que ela já existia, pois a DH é uma doença associada. Não foi fácil encontrar um médico que conhecesse o protocolo de exames necessário para fechar o diagnóstico.
Depois de muitas consultas em diferentes médicos, o diagnóstico foi concluído: DC e DH.
A partir daí começou um grande desafio: trabalhar com alimentos (de confeitaria), mas sem poder provar. Passei muito tempo colocando pequenas porções na boca e descartando em seguida somente para avaliar o equilíbrio do sabor e textura. Acho que não posso chamar isso de contaminação cruzada, e sim contaminação consentida. Claro que não melhorei nada!
Hoje sou muito rigorosa e quando preciso avaliar alguma preparação, em conjunto com outros colegas de trabalho, avalio com os sentidos permitidos: olfato, tato e visão. Adoro apertar a comida alheia! Depois que descobri a DC, engordei 15 kg, pois queria desenvolver e comer tudo o que não podia mais, mas na versão sem glúten.
No início de 2013, encontrei um médico conhecedor da DC para fazer o meu acompanhamento (Dr. Hugo Werneck). Na primeira consulta, fiquei emocionada ao ouví-lo falar, pois ele sabia do que estava falando.
Em fevereiro de 2013 dei início ao acompanhamento com a nutricionista funcional Natália Villa. Com suas orientações, muita persistência e disciplina, consegui eliminar todos os quilos que havia ganhado, reeducando minha alimentação, incluindo atividade física na rotina e, consequentemente, tendo uma vida mais saudável. Aprendi que não basta comer sem glúten, é preciso ser seletivo e escolher alimentos funcionais adequados a cada necessidade para ter uma alimentação com qualidade.

♡ Como surgiu a ideia de produzir alimentos sem glúten e sem lactose?
Criei o blog de receitas www.chefcarlaserrano.com para o qual desenvolvo, testo e fotografo receitas sem glúten e sem outros alergênicos, dividindo com outras pessoas que precisam manter uma alimentação restritiva, mas com sabor! Esta parte é muito gratificante. Choro lendo os comentários e agradecimentos!
Fui convidada a ministrar palestras e aulas de Gastronomia sem Glúten para o curso de pós-graduação em Gastronomia Funcional (FAMESP). Gostei tanto que agora, além de professora, também sou aluna.
Desde o início do blog, sou questionada sobre preparar alimentos sem glúten para comercializar. Então resolvi, há cerca de 1 mês, lançar meu primeiro produto, um chocotone sem glúten, sem laticínios (lactose e caseína), sem aromatizantes artificiais e/ou conservantes. Depois de inúmeros testes, cheguei a um produto saboroso e úmido, com chocolate belga 53% sem traços de leite, com quinoa, farinha de castanha de caju e açúcar mascavo (dentre outros ingredientes). Outros produtos estão sendo desenvolvidos para o meu portfólio com o objetivo de agregar ingredientes funcionais à maioria das preparações, mas manter as características originais da receita. Dessa forma, quero oferecer produtos nutritivos e gostosos.
Além dos produtos, para 2014, estou desenvolvendo oficinas de Gastronomia sem Glúten com ênfase em confeitaria e panificação (e sem outros alergênicos também).

♡ Você tem algum mestre cuca que inspira suas receitas?
Na verdade, o que inspira minhas receitas é o fato de saber que elas poderão ajudar muitas crianças e adultos com restrições alimentares a serem mais felizes, satisfazendo a vontade de comer algo gostoso, seja preparando uma das muitas receitas testadas (que disponibilizo no blog), adquirindo um produto que desenvolvi com carinho ou participando de uma oficina. Faço tudo com muito amor!

♡ Qual sua maior dificuldade na cozinha sem glúten e sem lactose?
O alto custo da matéria-prima é um fator que reflete nos produtos manufaturados e impede muitos intolerantes de comprarem os seus alimentos já prontos.

♡ Conta pra gente qual sua receita doce e salgada preferidas
De forma geral, gosto muito de bolo. O bolo de cenoura com cobertura de chocolate ou de brigadeiro é um dos meus preferidos. Tem gostinho de infância!
Mas o meu doce favorito mesmo, é pudim de leite (com leite em pó)!

Pizza sempre foi minha comida preferida! Dá pra fazer sem glúten e sem lactose com a receita da massa da Ciabatta de grão-de-bico, que está lá no blog. E coberta com berinjela então, fica deliciosa!

♡ Cozinhar para você significa...
Unir amor e carinho com estudo, técnica, pesquisa e ingredientes novos e de qualidade para um único objetivo: receita ou produto bem desenvolvidos e executados.

♡ Deixe uma mensagem para as pessoas que, por algum motivo, seguem dieta isenta de glúten e lactose
É preciso ter paciência para executar as receitas e não desistir
Tenha disciplina e persistência na dieta
Sem glúten e sem lactose, podemos ter uma dieta com qualidade e variedade de alimentos
Somos obrigados a procurar alternativas e usar a criatividade
Consuma mais legumes, verduras, frutas e oleaginosas
Pode haver imprevistos. Sempre tenha petiscos na bolsa
Dieta com restrição alimentar sim, mas com muito sabor!

Querem conhecer melhor o trabalho da Carla Serrano?
Água na boca 1, 2, 3...

Essas receitinhas estão disponíveis no site da Carla Serrano



E para ficarem por dentro de tudo o que ela produz e oferece, é só segui-la através do blog e da fan page.


Para encomendas, é só encaminhar um email para chefcarlaserrano@gmail.com

Ela não é muito querida, gente?



14 comentários:

  1. Respostas
    1. Vânia querida, que bom que gostou do post! Fico muito contente. Obrigada pelo carinho!

      Beijos

      Excluir
  2. Sigo a Carla Serrano no Facebook e já testei várias receitas que ela gentilmente disponibiliza. Sou fã incondicional da chef. Parabéns pela entrevista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho, Rosana Guedes!

      Excluir
    2. Rosana, muito obrigada pelo carinho. A Carla faz com que fiquemos mesmo fã dela!

      Excluir
  3. Sim, ela é fofa e linda! Obrigada Carla!

    ResponderExcluir
  4. Adoro o blog da Carla Serrano! Sempre que quero fazer algo gostoso para a minha filha, dou uma pesquisada lá! É muito bom poder contar com sites onde as receitas são testadas!
    Aliás, é muito bom ter sites como o seu e o da chef Carla, que dão a maior força para quem é ou tem um celiaco na família! Obrigada por dedicarem o tempo de vocês para ajudarem os outros!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz com o seu carinho e reconhecimento!
      A Carla é uma pessoa muito querida!

      Um beijo grande

      Excluir
    2. Obrigada pelo carinho! Fico feliz em ajudar <3

      Abraços

      Excluir

Que bom ter você aqui!
Seu comentário é muito importante. Deixe-o aqui e não se esqueça de voltar para visualizar a resposta.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...